Search
terça-feira 25 junho 2024
  • :
  • :

Meirelles é cortejado por Haddad e Bolsonaro em eventual segundo turno

Ex-ministro garantiu fazer campanha para chegar e que discussão seria prematura

Ex-ministro garantiu fazer campanha para chegar e que discussão seria prematura | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

Ex-ministro garantiu fazer campanha para chegar e que discussão seria prematura | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

Sem conseguir crescer nas pesquisas de intenção de voto, o candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, está sendo sondado por emissários dos presidenciáveis Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), que reivindicam seu apoio em um eventual segundo turno da disputa. “De fato, tanto eles como interlocutores da frente centrista nos procuraram”, admitiu o ex-ministro, em uma referência à fracassada iniciativa do jurista Miguel Reale Jr., que tentou organizar reunião nesta semana para discutir a formação de uma candidatura de centro para enfrentar o que ele chamou de “extremos”.

“A minha resposta a todos é a seguinte: acho muito prematuro tudo isso. A eleição está em aberto, há grande número de indecisos e eu estou fazendo campanha para entrar no segundo turno. Não cogito apoiar ninguém”, frisou o candidato.

Na mais recente pesquisa divulgada pelo Ibope, Meirelles aparece com apenas 2% das intenções de voto, empatado com Alvaro Dias (Podemos), e bem longe dos líderes. No debate entre presidenciáveis, promovido na quarta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo, Haddad fez afagos na direção de Meirelles, deixando clara a intenção de conquistar a adesão do ex-ministro da Fazenda para sua campanha. O petista disse que, graças ao apoio do então presidente do Banco Central no governo Lula, pôde “abrir as portas da universidade aos trabalhadores”.

Correio do Povo




error: Content is protected !!