Search
terça-feira 25 junho 2024
  • :
  • :

Inter perde para o Santa Cruz por 1 a 0 e chega a quatro derrotas seguidas

Keno marcou o gol dos donos da casa

Sasha voltou a não ter uma boa atuação | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

 Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Mais uma vez o Inter rendeu pouco ofensivamente. Mais uma vez o time não mostrou força, pegada. Mais uma vez, portanto, o time foi derrotado. Neste domingo, a equipe de Argel Fucks foi batida pelo Santa Cruz, por 1 a no estádio do Arruda. A derrota é a quarta na sequência em 14 partidas do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, o Colorado segue com 20 pontos e caiu para a oitava colocação, a três pontos do Flamengo, último clube no G4, e a cinco do Figueirense, primeiro entre os rebaixados.

A estreia de Ariel foi prejudicada pelo baixo desempenho do meio de campo do Inter na armação de jogadas. Em todo o jogo, o Colorado teve poucas chances de gols e o argentino participou pouco. Defensivamente, o time de Argel Fucks, pressionado pelos resultados e ameaçado de demissão, falhou ao deixar Keno livre dentro da área para marcar o gol. Com a vitória o Santa Cruz chegou aos 14 pontos e ocupa a 18ª colocação.

Confira os próximos jogos do Inter no Brasileirão

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O próximo compromisso do Inter é contra o líder Palmeiras, no próximo domingo, às 16h, no estádio Beira-Rio. Já o Santa Cruz vai ao estádio Independência enfrentar o América-MG, no mesmo dia, mas às 11h. O verdão paulista ainda tem que disputar a partida da 14ª rodada contra o Santos, na terça-feira, às 20h30min. na Arena do clube paulista.

Inter volta a criar pouco e sofre gol no final

Estreante da tarde, Ariel foi destacado para dar o toque inicial no Arruda, porém, conseguiu tocar duas vezes na bola e Sandro Meira Ricci pediu para que a cobrança fosse refeita. No lance seguinte, Paulão tentou “quebrar a bola” para o campo ofensivo, mas ela bateu nas pernas de Keno e sobrou para Muriel.

A primeira oportunidade ocorreu do Santa Cruz veio aos oito minutos, Uiliam Correia arriscou da intermediária, a bola saiu forte, mas Muriel fez a defesa. Apesar do Inter ter mais presença no campo ofensivo, a equipe voltou a repetir as dificuldades para criar jogadas. Até os 21 minutos, o Colorado havia tentado três cruzamentos ou levantamentos para a área e não havia acertado nenhum. No minuto seguinte, João Paulo, ex-Inter, cobrou falta próxima a meia-lua, e ela passou rente ao poste esquerdo de Muriel. Aos 24, Artur sentiu e Raphinha entrou no Colorado.

Apesar da mudança tática com a entrada de Ariel, o Colorado não teve uma melhora ofensiva e só foi criar a primeira oportunidade aos 38. William cruzou da direita de ataque, Ariel se antecipou e abriu espaços para Fabinho entrar, de peixinho, e cabecear. Tiago Cardoso teve que saltar para espalmar pela linha de fundo.

Três minutos depois, Paulão perdeu a bola no campo, o Santa Cruz roubou e avançou em velocidade. Keno cruzou da direita de ataque, a bola quicou na área, Muriel saltou e não conseguiu alcançar a esférica, que sobrou para Artur.

Porém, o jogador pernambucano furou e perdeu boa oportunidade. Mas a recompensa por ter mais chances de abrir o placar se concretizou aos 46 minutos. Após cobrança de falta da intermediária de João Paulo, a bola bateu na cabeça de Neris e no peito de Paulão e sobrou para Keno, livre dentro da grande área, mandar a pancada e abrir o placar.

Inter tenta pressionar e dá espaços para os contra-ataques

Mesmo com a derrota parcial, Argel Fucks optou por voltar com os 11 que terminaram o primeiro tempo na segunda etapa. Logo a dois minutos, William cobrou escanteio da direita de ataque, Ernando cabeceou e Tiago Cardoso fez excelente defesa no reflexo. Aos 14, William evitou o segundo gol do adversário. Léo Moura cruzou da direita e a bola, que atravessou a pequena área, tinha a direção da cabeça de Keno, mas o lateral conseguiu afastar de cabeça.

Precisando de um gol para não chegar a quarta derrota consecutiva, o Inter se lançou para o campo ofensivo, mas passou a sofrer com os contra-ataques do adversário e, o pior, sem conseguir criar chances claras de gol. O Colorado só foi levar perigo ao Santa Cruz aos 35 minutos. Após bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Sasha, que girou e chutou. A bola passou pelo goleiro Tiago e acertou o poste direito. Dois minutos antes, Argel havia retirado Ariel e colocou Valdívia.

Apesar do espaço para contra-atacar, o Santa Cruz não conseguiu criar chances claras nos minutos finais, mas chegou a quarta vitória no Brasileiro e ficou a dois pontos para sair da zona de rebaixamento.

Brasileirão 2016 – 14ª rodada

Santa Cruz 1

Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Marcílio (Bruno Moraes), Uillian Correia, João Paulo e Marion; Keno (Wellington) e Arthur (Derley).

Técnico: Milton Mendes.

Inter 0

Muriel; William, Ernando, Paulão e Artur (Raphinha); Rodrigo Dourado, Fabinho, Gustavo Ferrareis (Anderson), Eduardo Sasha e Vitinho; Ariel (Valdívia).

Técnico: Argel Fucks.

Gol: Keno (46min/1ºT)

Cartões amarelos: Rodrigo Dourado e Raphinha (I)

Arbitragem: Sandro Meira Ricci

Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Kleber Lucio Gil (Fifa/SC)

Local: estádio do Arruda, em Recife (PE)

Correio do Povo




error: Content is protected !!