Search
sábado 20 Janeiro 2018
  • :
  • :

Sarandi – Operação Fox, DP de Sarandi/RS.

            No final de novembro de 2015 houve na cidade de Sarandi/RS um furto arrombamento de estabelecimento comercial, que trabalha com defensivos agrícolas, na ocasião foi furtado dois veículos que foram localizados no dia seguinte na cidade de Palmeira das Missões.

            As investigações policiais iniciaram logo que a Polícia Civil de Sarandi tomou conhecimento do furto. Passado alguns meses foi identificado a quadrilha que agiu naquela madrugada em Sarandi, sendo indivíduos residentes na cidade de Carazinho, Alegrete, São Luis Gonzaga.
            Também foram identificados receptadores dos defensivos, sendo um da cidade de Ijuí e outro residente na cidade de São Miguel do Oeste/SC e com empresa cerealista na cidade de Pinhalzinho/SC.
            Em março deste ano na cidade de Carazinho foram presos os dois primeiros participantes da organização, sendo que na ocasião foi recuperado uma grande quantidade de defensivos furtados de Sarandi e também apreendido um veículo Montana, que foi recebido em troca de defensivos, sendo que este veículo era da cidade de Pinhalzinho/SC.
            Durante as investigações foi possível identificar local em que os defensivos foram escondidos, isto na cidade de Carazinho/RS e também encontrados defensivos na cidade de Pinhalzinho/SC.
            Com as posse de todas as informações  conseguidas pelos policiais civis de Sarandi o Delegado de Policia Leandro E. G Antunes, que assumiu a titularidade da DP de Sarandi, após o Delegado de Polícia Márcio Marodin ter sido transferido para a região de Soledade, representou por mandados de busca, de prisões e apreensões de veículos.
            Após os recebimento das ordens judiciais, em número de doze ordens, expedidas pela Comarca de Sarandi, foi dado cumprimento a todas elas, no que foi chamado de Operação Fox, tendo em vista que foi um dos principais defensivos furtados do estabelecimento.
            Na data de 18 de maio de 2016 foi dado cumprimento as ordens judiciais, sendo realizado prisões em Alegrete, Carazinho e em São Luiz Gonzaga/RS. Também havia sido representado pela prisão do empresário de São Miguel do Oeste/SC sendo indeferida, após parecer do Ministério Público,  no primeiro momento, pela Judiciário de Sarandi/RS. Na mesma data, durante cumprimento de buscas foi localizado e apreendido na cidade de Ijui/RS, diversas armas (espingarda calibre 12, pistola 380, entre outras) e cerca de duzentos e cinquenta mil reais em cheques. Neste mesmo local também foi apreendido rádios comunicadores e giroflash, tudo isto encontrado em compartimento secreto no interior da residência.
            Um dos receptadores foi localizado na cidade de Fortaleza dos Valos/RS sendo um proprietário rural de grande extensão de terra. Posteriormente trouxe caixas de defensivos furtadas aqui de Sarandi/RS.
            Durante as investigações foi verificado também que foram usadas empresas que emitiam notas fiscais sendo elas da cidade de Palmeira das Missões/RS e Ponta Grossa/PR.
            Outro fato que chamou atenção dos policiais civis foi que durante a investigação apareceram indícios do crime de corrupção ativa, perpetrado por um dos indiciados, junto a Comarca de São Miguel do Oeste/SC, sendo que tal fato, será comunicado as autoridades competentes.
            Além das diligências citadas acima foram solicitadas diligências junto as Delegacias de Polícia de São Sepé/RS, São Luiz Gonzaga/RS, Santiago/RS e Ponta Grossa/PR.
            Finalizando, a Autoridade Policial da Polícia Civil de Sarandi, Delegado Leandro, informa que até o momento foram  indiciadas oito pessoas, de várias cidades do RS e SC, sendo que cinco estão recolhidas ao sistema prisional do Rio Grande do Sul e Santa Catarina,  apreendido armas, veículo, e, acrescenta, que no decorrer das diligências outras pessoas podem ser indiciadas, sendo que nesta data está sendo entregue o inquérito complementar junto a Comarca de Sarandi/RS.



error: Content is protected !!