Search
quinta-feira 6 agosto 2020
  • :
  • :

Líderes estrangeiros projetam reuniões em recepção do Itamaraty

Sebastian Piñera do Chile e Marcelo Rebelo de Portugal foram alguns dos presentes na posse de Bolsonaro

Sebastian Piñera do Chile e Marcelo Rebelo de Portugal foram alguns dos presentes na posse de Bolsonaro | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

Sebastian Piñera do Chile e Marcelo Rebelo de Portugal foram alguns dos presentes na posse de Bolsonaro | Foto: Nelson Almeida / AFP / CP

Líderes estrangeiros participaram, no início da noite desta terça-feira, do coquetel oferecido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pela primeira-dama, Michele Bolsonaro, no Palácio do Itamaraty, aos chefes de Estado que estiveram na cerimônia de posse. O presidente do Chile, Sebastian Piñera, afirmou que o Brasil é um sócio estratégico em todos os setores. Piñera disse também que aguarda uma visita de Bolsonaro a seu país e que pretende acelerar com o governo do novo presidente a aprovação, pelo Congresso dos dois países, do tratado de livre comércio assinado recentemente pelo Brasil.

“Estamos buscando acordos para que o Chile possa crescer com força e para que a qualidade de vida dos chilenos possa dar um salto à frente”, disse o chefe do governo chileno.

O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie, informou que o presidente Mauricio Macri não compareceu à posse, mas agendou uma reunião com Bolsonaro para o dia 16 deste mês.

Segundo Faurie, o governo argentino está pronto para trabalhar com o novo presidente, inclusive nas questões envolvendo o acordo do Mercosul. “O Mercosul é um acordo que tem mais de 30 anos de vigência, e temos que reinterpretá-lo à luz dos tempos que vivemos.”, afirmou o ministro.

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, disse que está trabalhando pela celebração de um acordo entre o Brasil e a União Europeia, por meio do Mercosul. De acordo com o presidente português, o acordo será importante para o Brasil projetar-se no mundo. “Portugal está aberto ao diálogo, à colaboração constante. Há domínios de futuro em que podemos ir mais longe, nova ciência, nova tecnologia digital e, além disso, novas formas de energia”, afirmou.

Correio do Povo




error: Content is protected !!