Search
quarta-feira 4 agosto 2021
  • :
  • :

Em live, Bolsonaro critica CPI e depoimento de Witzel: ‘Showzinho’

Presidente afirmou que trabalhos da comissão ‘não servem para nada’

Foto: Reprodução YouTube/Jair Bolsonaro

Durante a live semanal que transmite às quintas-feiras, o presidente Jair Bolsonaro criticou os trabalhos da CPI da Covid, sobretudo a conduta dos senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL), respectivamente presidente e relator da comissão. “É uma CPI que não está servindo para nada, está apenas fazendo barulho”, afirmou.

O presidente mencionou o depoimento do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel à CPI, nessa quarta-feira. “O Witzel deu seu showzinho, combinado com o Renan Calheiros e o Omar Aziz. Foi lá para me criticar, dizer que eu boicotei governadores. O dinheiro foi para eles. Se eu fosse boicotar, não mandava dinheiro”, disse. “O Witzel é um cara de pau, disse que eu fui procurá-lo nas eleições para fazer campanha no Rio e ele me ajudou. Cara de pau sem tamanho. Ele é uma pessoa que envergonha a magistratura.”

Bolsonaro também ironizou o fato de o senador Renan Calheiros ter dito que investigar desvio de recursos (pelos governos estaduais) não é objetivo da CPI. “Devia, porque ele é especialista em desvio de recursos, levando-se em conta o número de inquéritos a que ele responde no STF.”

Porte de armas e isenção de pedágio

Bolsonaro também voltou a abordar a defesa do porte de armas durante a live. O presidente disse que o governo ofereceu meios para que as pessoas possam comprar uma arma e conseguir o porte. “A arma protege a tua vida, a tua família”, afirmou. “Eu não consigo dormir se não tiver uma arma do meu lado.”

Bolsonaro disse, ainda, que o governo vem trabalhando em um projeto para isentar os motociclistas do pagamento de pedágio. “Estamos atuando para que isso já valha para as próximas concessões. E o ministro Tarcísio (Gomes de Freitas, da Infraestrutura) está negociando com as concessionárias para que o benefício possa ser estendido às demais rodovias (onde o pedágio já existe).”




error: Content is protected !!