Search
domingo 17 janeiro 2021
  • :
  • :

Conheça o aliado do líder do PCC preso em Gramado por participação no ataque a banco em Criciúma

Gramado – O aliado de Marcio Geraldo Alves Ferreira, vulgo Buda, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), maior organização criminosa do País, preso em Gramado hoje, é Reginaldo de Araújo. Paulista de Sorocaba, Araújo tem 43 anos. O criminoso foi preso durante a ação da Delegacia de Roubo do DEIC, na manhã desta quinta-feira, após fugir por meio de uma região de mata localizada aos fundos da residência em que ele e Buda estavam escondidos.

Quem é o membro do PCC preso em Gramado por participar de ataque a banco em  Criciúma - Grupo O Diário

Ao contrário de Buda, que foi surpreendido dentro do imóvel, Araújo conseguiu correr ao avistar a chegada da polícia. Perseguido, foi rendido após longa perseguição pela mata. O homem estava com uma grande quantia em dinheiro escondida na cueca e um aparelho celular.

Momento da prisão de aliado de Buda, líder do PCC preso em Gramado por  roubo a banco em Criciúma/RS - YouTube
Buda e Araújo foram localizados em Gramado após troca de informações entre a polícia de Santa Catarina e a Polícia Civil gaúcha. Com base nas informações levantadas pelos serviços de inteligência de ambas as policias, o DEIC pediu ao poder judiciário um mandado de busca e apreensão na residência, em Gramado, o que foi autorizado. Ao chegarem no imóvel, a surpresa dos policiais foi ter encontrado o principal líder do PCC em liberdade atualmente ali.

Com a prisão de Buda e Araújo, já são nove pessoas suspeitas de envolvimento com o roubo a banco em Criciúma presas até o momento. A série de prisões começou na manhã de quarta, quando uma mulher foi presa no interior de São Paulo com grande quantidade de munições e materiais explosivos.

Conheça o aliado do líder do PCC preso em Gramado por participação no  ataque a banco em Criciúma - Grupo O Diário

Na tarde de ontem, agentes da PRF gaúcha prenderam dois homens em um HB 20 circulando pela BR 116, na altura de São Leopoldo. Eles estavam com R$ 8.100. Na noite de ontem, por volta das 20 horas, outros três paulistas foram presos pela PRF de Torres em Passo de Torres, na divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul, com R$ 49 mil. Na madrugada de hoje, por volta das 5h30, o Bope da Brigada Militar encontrou uma residência que teria sido usada pela quadrilha, em Três Cachoeiras, e no local prendeu um homem. No local também foram apreendidos diversos objetos e roupas usadas pelos criminosos no assalto.

odiario.net



error: Content is protected !!