Search
sábado 5 dezembro 2020
  • :
  • :

Carazinho – Homem que confessou latrocínio de idosa é morto no presídio

Homem que confessou latrocínio de idosa é morto no presídio de Carazinho

Fato ocorreu no fim da tarde desta quarta-feira (18)

O homem acusado de atear fogo em uma residência e matar uma idosa durante um roubo foi morto dentro de uma cela do Presídio Estadual de Carazinho (Pecar) no início da noite de quarta-feira (18). A informação foi confirmada pela Polícia Civil e pelo presídio.

Segundo a Polícia Civil, Marcelo Schalenberg, de 28 anos, foi morto por outro detento do presídio. O suspeito do crime foi preso em flagrante e deve ser apresentado na delegacia. Não há detalhes sobre como o homicídio foi executado.

Nathan Scutz Diario Crz
**********************************************************************
Créditos: Bruno Reinehr/Rádio Planalto News

Por volta das 18h desta quarta-feira, 18, o homem que havia sido preso por matar uma idosa carbonizada em carazinho foi assassinado por detentos onde ele se encontrava fechado, no Presídio Estadual de Carazinho (PECAR).

A informação preliminar que a reportagem policial da Rádio Planalto News apurou da conta que os agentes penitenciários do PECAR  foram informados que o homem havia sido morto.

Os agentes confirmaram a veracidade dos fatos. O detento foi ferido com arma branca, sendo morto com pelo menos 20 perfurações de “estoque”.

O local foi isolado. Não há informação sobre qual detento teria matado o homem.

O morto, identificado como Marcelo Schallemberg estava em uma cela especial, com detentos com sintomas de gripe.

A Planalto News apura novas informações. Aguarde.

No crime, ocorrido pela parte da manhã, duas pessoas haviam sido presas.

Relembre o caso:

Foi identificada como Nelci Brizola Machado de 83 anos, a vítima fatal de um incêndio em residência em Carazinho. O caso ocorreu por volta das 5h30 desta quarta-feira (18) na Rua Silva Jardim, próximo à Avenida Flores da Cunha.

A mulher morava sozinha na residência que ficou completamente destruída pelas chamas.

Guarnições do Corpo de Bombeiros Militar foram até o endereço, assim como Brigada Militar e agentes do departamento de trânsito.

As causas do fogo serão investigadas.

Nelci era bastante conhecida da comunidade, pois há cerca de 60 anos morava naquele local. Mesmo com a idade, não deixava os afazeres do lar de lado e ainda confeccionava pães.

 




error: Content is protected !!