Search
sexta-feira 19 Janeiro 2018
  • :
  • :

Basegio garante que não renunciará ao cargo de deputado

Parlamentar da AL mantém inocência da acusação de recolher parte do salário de servidores

Parlamentar da AL mantém inocência da acusação de recolher parte do salário de servidores | Foto: Marcelo Bertani/AL/CP

Parlamentar da AL mantém inocência da acusação de recolher parte do salário de servidores | Foto: Marcelo Bertani/AL/CP
O deputado estadual Diógenes (Doutor) Basegio (PDT) enfatizou em sua conta no Twitter, nesta segunda-feira, que não renunciará ao seu mandato. Ele é acusado pelo ex-chefe de gabinete, Neuromar Gatto, de recolher parte do salário de seus funcionários na Assembleia Legislativa. “Eu não renunciarei, sob hipótese alguma! Não tenho perfil para servir de bode expiatório de nada nem de ninguém”, garantiu o parlamentar.

Basegio frisou que tem todas as condições de rechaçar as acusações das quais é alvo. “Não entrei para a vida pública para sair dela pela porta dos fundos. Nada temo, irei até as últimas consequências para esclarecer tudo”, escreveu.
“Provarei minha inocência”, reforçou Basegio. “A pressão das últimas horas tentando criar um clima para minha renúncia é só mais um capítulo deste enredo iniciado no dia 07/06”, argumentou, referindo-se à reportagem divulgada pela Rede Globo com um suposto flagrante do parlamentar contando dinheiro recolhido de servidores.
Depois das denúncias do ex-assessor, o deputado afirmou que Gatto estaria envolvido em esquema de fraude no uso do cartão para abastecimento de veículos em serviço. Segundo o Basegio, as acusações são infundadas e o assessor teria chantageado o deputado depois que foi denunciado ao Ministério Público (MP) por uso indevido de dinheiro público e que teria feito a denúncia para se vingar de uma exoneração. 
Fonte Correio do Povo.




error: Content is protected !!