Search
quinta-feira 18 Janeiro 2018
  • :
  • :

Se non è vero è bene trovato – Viviane M Foresti

Se non è vero è bene trovato

Nonno recebe uma ex

No início dos anos 70, fomos a Cascavel para o casamento de uma prima. Fomos em comboio, o pai , a mãe e os quatro filhos num “Dojão” azul marinho, o Tiozão, sua mulher e o Nonno num Maverick branco.
Nos hospedamos em um hotel na cidade e enquanto esperávamos a hora do casório, minha mãe o Tiozão, com o “espírito de porco” característico , resolveram brincar com o Nonno e suas esperanças de encontrar uma nova mulher.
Então ligaram para a portaria do hotel e pediram para chamarem o quarto do dito cujo dizendo haver uma Sra. Maria que se intitulava uma ex namorada, que soubera que ele estava na cidade e gostaria muito de vê-lo mais tarde, para relembrar os velhos tempos.
Neste meio tempo o Tiozão foi ao quarto da mãe se preparar para o encontro.
Colocou uma peruca preta, longa que a mãe havia levado para usar no casamento, um vestido de verão, um soutien recheado com meias do pai, um tamanquinho que deixou metade do pé para fora, bijuterias e maquiagem feita pela minha mãe.
Quando pronto ligou novamente para a portaria e pediu para avisarem o Nonno que a Sra. Maria estava subindo.
E lá se foi ele bater no quarto ao lado onde estava o Nonno . Para sua surpresa a porta foi aberta por um Nonno tomado banho, perfumado e arrumado, coisa raríssima de se ver e emocionado com a visita. Foi convidado a entrar e a sentar-se na cama, dada a simplicidade do quarto. Conversa vai, conversa vem, reza a lenda do anedotário familiar que ele tentou agarrar e beijar o Tiozão quando então, este não resistiu e teve um ataque de riso , desmascarando-se.
O resultado é que o Tiozão teve que sair correndo do quarto, desequilibrado pelos tamanquinhos perseguido por um Nonno absolutamente furioso, esbravejando em dialeto: “ vade via brutta bestia, che si ti prendo ti ammazzo”, enquanto nós assistíamos divertidos da porta do nosso quarto aquele nonsense pelos corredores do hotel: um “vècio” perseguindo uma “drag queen”.
Uma cena que só a família pode nos proporcionar e que só não acabou em tragédia porque minha mãe acudiu o Tiozão escondendo-o em nosso quarto enquanto tentava acalmar o garanhão ferido em seus brios .
Nosso Nonno sempre foi conhecido pelo senso de humor, pelo sangue quente e uma certa dose de ingenuidade que o tornava uma pessoa maravilhosa.
Assim sendo, no dia seguinte já estava rindo da brincadeira, dizendo que tinha percebido tudo e só levou adiante para constranger o Tiozão….
E nós fizemos de conta que acreditamos ……

Foto do perfil de Viviane Maria Foresti, A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, área interna e close-up
VivianeM Foresti




error: Content is protected !!