Search
domingo 18 Fevereiro 2018
  • :
  • :

Gripe A: número de mortes no RS já é o maior desde 2009

Mais dois óbitos em Rio Grande elevaram o total para 74, desde janeiro

Mais duas mortes em Rio Grande, na Metade Sul, elevaram para 74 o número de óbitos atribuídos à gripe A, em 2016, no Rio Grande do Sul. As duas mulheres, de 46 e 52 anos, eram diabéticas e não haviam se vacinado. Com esses casos, o total de mortes supera as 73 confirmadas em 2013 e só fica atrás das 298 de 2009, quando o Estado, ainda sem vacina, registrou um surto da doença. O comparativo com 2015 surpreende: o ano passado teve nove mortes, em 12 meses, e só três até essa mesma época do ano.
Em um boletim oficial divulgado hoje, mas ainda sem contabilizar as mortes de Rio Grande, a Secretaria Estadual da Saúde revelou que 52 das 72 pessoas que morreram até a semana passada tinham fatores de risco. Vinte e três delas tinham mais de 60 anos, 16 sofriam de pneumopatia crônica e 16 de doença vascular crônica. Só seis haviam se vacinado e 47 morreram em UTIs. Porto Alegre é a cidade com mais óbitos, 12 até o momento.
Já o número de casos de gripe A – 398, incluindo mais 14 casos em Rio Grande ainda não computados no boletim oficial – é o quarto maior em oito anos, atrás ainda dos números de 2009, 2012 e 2013 (veja dados abaixo). Vale lembrar, porém, que o inverno só vai começar em três semanas.
Os dados da vacinação, porém, se mostraram positivos em 2016: a cobertura atinge 90%, e apenas o grupo de gestantes não alcançou a meta de 80%. Ao todo, foram aplicadas, em 2016, 3,1 milhões de vacinas na rede pública e privada.
Veja abaixo os dados de Influenza registrados nos últimos oito anos no RS:
2016 (até o momento)
384 casos / 72 óbitos
398 casos / 74 óbitos (incluindo os dados de Rio Grande)
2015
88 casos / 9 óbitos
2014
189 casos / 25 óbitos
2013
565 casos / 73 óbitos
2012
540 casos / 68 óbitos
2011
104 casos / 14 óbitos
2010
zero casos / zero óbitos
2009
2.878 casos / 298 óbitos
Radio Guaíba