Search
sexta-feira 19 Janeiro 2018
  • :
  • :

CARTA ABERTA A RONALDO ASSIS MOREIRA

E aí Ronaldo, beleza? Aqui quem fala é um gremista. Um gremista dos de verdade, daqueles que conta os pila para ir ao estádio. Daqueles que admira e fala de boca cheia dos ídolos que vestiram o manto sagrado do nosso clube. Um gremista que acompanhou o clube nas fases boas e ruins. Que já foi a pé até o estádio para poder completar o ingresso. E que não trocaria dinheiro nenhum no mundo por um golaço de placa em uma noite fria de Libertadores. Lembro muito bem daquela tarde em que nos despedimos. Eu, de longe na arquibancada, e tu errando um pênalti bisonhamente em uma final de gauchão. Saiu vaiado, humilhado, pela porta dos fundos. Surgiu como um filho querido, como uma surpresa boa, porém, foi escorraçado e jogado ao limbo. Tu não pertences à história do clube Ronaldo. Seria uma afronta a Eurico Lara, Ortunho e Gessi e posso garantir que Alcindo não suportaria homenagens e fotos suas nas paredes da Arena. Afinal, esses caras são muito ‘’cascudos’’ para serem comparados contigo. São seres humanos leais, são diferentes, são craques, e acima de tudo, possuem valores e princípios que jamais te ensinaram. Jogavam pela janta, jogavam por prazer, por amor ao Grêmio. ‘’Não, não Gessi não se preocupe, este é um texto de desabafo jamais vamos homenagear o pilantra. ’’

Isso é uma carta aberta a Ronaldo Assis Moreira, O PILANTRA. Poderia ter sido diferente, afinal, um jogador de futebol no século XXI ganha tão pouco assim? Com toda a qualidade que tinha, precisava ir embora tão rápido? Precisava dizer que não queria casar na frente da família do noivo? Precisava fugir pela porta dos fundos como um vagabundo sem ao menos agradecer por tudo que o Grêmio fez por ti, teu pai e teu irmão? Uma vida boa, ser o camisa 10 do maior clube da cidade, um carro legal, grana, família e amigos por perto não bastavam. Os irmãos metralha queriam mais né Ronaldo? Mais e mais, e cada vez mais. Por onde passou saiu pela porta dos fundos. Por onde passou rompeu contratos da mesma forma que um menino mimado decide que não quer mais freqüentar a escola. E ao te questionarem quais eram as suas respostas? ‘’Quero me divertir e jogar bola, o resto meu irmão cuida. ’’ E o teu culhão cadê meu chapa? Teu orgulho, teu amor próprio, as tuas vontades? Quando tu tiveste a maior chance da tua vida, de me dar um abraço apertado, e me pedir desculpas, te vi na televisão dizendo: ‘’Agora eu sou mengão. ’’ Isso acabou com qualquer chance de aproximação ou amizade. Nem jogadores que passaram pelo nosso co-irmão me aprontaram uma dessas. Senti-me traído pela segunda vez. Indiferente do que aconteceu, ou de quem foi a culpa, TU poderia ter escolhido agir como um cara arrependido afinal já ganhou todo dinheiro que poderia, mas não, ‘’agora eu sou mengão. ’’ Essa frase ecoou nos meus ouvidos por muitos dias e custei a entender a tua escolha. 
Que mundo pequeno e justo né Ronaldo? Hoje, tu estás aí, pedindo dispensa do glorioso Fluminense. Estava sentado no banco e sendo vaiado por torcedores cariocas. Poderia estar aqui, no alto dos seus 35 anos, com a 10 do Grêmio, braçadeira de capitão e multicampeão, mas não, ‘’agora eu sou mengão. ’’ Poderia freqüentar o shopping e andar nas ruas tranquilamente, assim como Alexandre Gaúcho, Tarciso, Renato, ídolos eternos. Mas não, preferiu a grana e foda-se o Grêmio, depois a gente dá um jeito. Mas se existe uma coisa que não falha é a lei da vida. Essa sim, tarda mas não falha. Olha tua situação, que triste, que lamentável. Agora que tu estás cansado, com idade avançada e as pernas fracas, não é mais bem vindo. Poderíamos te acolher, assim como uma mãe faz com um filho rebelde, ouvir tuas façanhas, fazer festa pela tua volta, mas não obrigado, não nos serve. Aproveita o pouco nome que te resta e tenta fazer mais um leilão. Afinal, o que sobrou do homem Ronaldinho, foram apenas cifras, conversas vazias e promessas não cumpridas. Não és digno de vestir nossa camisa carregada de glórias, feita de gente séria, e que nos representou dentro e fora de campo levando o nome do nosso Grêmio para o mundo. Ronaldo, por favor, não nos procure mais.

EQUIPE GRÊMIO PACHOLA



error: Content is protected !!